Redonda-CE

20.10.2008

Um dos principais desafios para mim nesta nossa viagem ao Atacama é como viajar em grupo. Descansados e de longe todos somos legais. Mas como será o comportamento de cada um de nós quando estivermos cansados e sujos? Como reagiremos quando nossos costumes tiverem que ser alterados pelo bem comum? E a nossa vaidade? Quando não formos mais o centro das atenções, desistiremos do grupo, abriremos as porteiras de toda a nossa ranzinzisse?

Não há, nem haverá, líder neste grupo. Acho que o segredo de tudo é que cada um aproveite suas melhores características para liderar o grupo em momentos chave. Há de haver quem saiba animar, quem seja rápido para resolver urgências, quem saiba se comunicar, quem consiga aproximar dois amigos em conflito, quem seja esperto para conseguir rápido um hotel, quem seja bom mecânico, quem saiba improvisar etc etc.

Depois de duas viagens médias sozinho, onde investi bastante na organização e preparação, mudei de tática. Até 5 meses antes da viagem ao Atacama tenho apenas duas preocupações: trocar de moto e aprender a viver com esse grupo. Pois no final das contas é isso que quero: andar de moto com amigos. Ponto.

Neste momento existem duas turmas querendo participar da viagem. Uma de Recife-PE (Fábio, Wagner, Geraldo, Heldder e LLuiz) e uma de Fortaleza-CE (Luiz Almeida, Paulo Walraven e Glauber). Ninguém de uma turma conhecia o pessoal da outra. Por isso combinamos esse encontro em Redonda, para esse primeiro contato.

Foram várias viagens que confluíram para Redonda. Neste registro pretendo contar apenas uma delas. Não a mais importante, nem a mais interessante. Apenas a única da qual sei alguma coisa.

17/10/2008 – Sexta-feira.

Ontem à noite a Renata foi para Fortaleza-CE de avião. Por causa da sua gravidez não pode mais andar de moto. Hoje pela manhã ela foi de carro para Redonda com a Marta (namorada do Luiz Almeida) e Paulo Walreven . O Luiz Almeida foi de moto. Marilena, a esposa do Paulo, foi de ônibus, chegando no início da noite. Glauber e Renatinha (sua esposa) foram também de moto, mas chegaram só à noite também.

Eu e o Wagner saímos de Recife-PE às 4:30. Passamos por João Pessoa-PB e Natal-RN. Chegamos em Mossoró-RN às 11:30. Trocamos o óleo da minha moto e seguimos para Redonda. Como nosso objetivo era aproveitar o dia em Redonda, fizemos uma tocada um pouco mais rápida. Mesmo assim, a média final foi de 75 km/h, considerando paradas para café-da-manhã e abastecimento.

Chegamos em Redonda, depois de andar 612 km, às 13:15. O Luiz Almeida estava nos esperando em um bar, enquanto o resto do pessoal já tinha ido para a casa descarregar. Tomamos uma cerveja com lagostas e fomos para a casa.
Adorável a casa, bem na frente do mar, super ventilada. Com muitas redes e quartos para os casais. Passamos a tarde toda almoçando, jantando, tomando cerveja, conversando, contando histórias, ouvindo música, tomando banho de mar etc etc. O jantar, uma muqueca de camarão que o Luiz fez, foi um dos pontos altos da noite.

Outro ponto alto do dia foram os adesivos e banner que o Paulo fez para a viagem. Estamos nos sentido muito importantes!

17/10/2008 – Sábado.

Hoje pela manhã tomamos um café caprichado e fomos andar pela praia. Fomos por asfalto até Canoa Quebrada-RN. Tiramos fotos, baixamos a pressão do pneu e rumamos para a praia. Foram uns 50km. O Luiz Almeida e o Glauber iam dando toques de como andar na areia. Ficar em pé, prestar atenção na mudança do terreno, não ter medo quando a moto balançar, etc etc. O Paulo estava sem moto. Ficou tirando fotos do pessoal. Parecia que ele se divertia tanto quanto nós. Logo logo chega a vez dele também.

No começo fiquei com medo. Depois de um tempo comecei a perceber o que sempre falam: quando mais rápido você andar, menos a moto balança. Ficou até engraçado, pois ao invés de ficar com medo de acelerar, comecei a não gostar de andar muito devagar.

Mas não cometemos nenhuma extravagância. A areia em que andamos era bem compacta e não passamos dos 60 km/h. Mas valeu muito para ganharmos segurança.

Ao chegarmos de novo em Redonda fomos comer uma muqueca em um restaurante. Depois uma cerveja na parte alta, para ver o dia findar olhando o mar. À noite mais conversas, histórias, filé ao molho gorgonzola, cerveja, música, vinho… uma festança.

Embora não fosse o objetivo deste encontro, acabamos falando um pouco sobre a viagem. Algumas primeiras idéias foram se delineando.

A viagem será feita em trechos:
1 – Sertão: onde entraremos em contato com a região sertaneja do Brasil. Pernambuco, Ceará, Piauí e Goiás.
2 – Paraguai e Argentina.
3 – Atacama
4- Capitais: Santiago, Buenos Aires e Montevidéu.
5- Grandes estradas: Rio do Rastro, Graciosa, Rio-Santos etc etc.
6- Volta (não está definida se vai ser pelo litoral ou pela Chapada Diamantina.

Algumas definições:
40 dias de viagem (26/dez/2009 a 03/fev/2010)
Ano novo em Alto Paraíso de Goiás.
Alguns dias em Foz do Iguaçu
Encontro inicial em Picos (talvez Petrolina). Não sabemos ainda como ir de Picos para APG. Pode ser pela Bahia (Lençóis), pelo Piaui desembocando em Barreiras ou ainda pelo Maranhão, passando pela Belém-Brasília.
Dois tipos de viagem: a) rally, quando o objetivo for chegar o mais rápido o possível em algum lugar interessante ou b) expedição, quando o objetivo é aproveitar ao máximo o passeio de moto em si.

Alguns outros detalhes importantes não foram tratados: horário de saída, tempo de parada no almoço, revisões etc. Mas há tempo. Escrevo aqui só para lembrar depois.

Combinamos ainda que o próximo encontro será aqui perto de Recife. Provavelmente em março de 2009. Três propostas: Itamaracá, Praia da Paraíba ou Vale do Catimbau. Vamos vendo…

17/10/2008 – Domingo.

A Renata foi para Fortaleza com o pessoal para pegar o avião de volta.

Eu e o Wagner voltamos de moto. Ao sairmos de casa descobrimos que minha moto tinha caído no chão à noite, tendo quebrado um dos retrovisores. Por sorte encontramos uma moto-peças com um retrovisor de R$ 10,00. Acima de 120 km/h o vento tirava o retrovisor da posição. O problema é que era o direito, me obrigando a tirar a mão do acelerador para arrumá-lo. Saímos de Icapuí-CE às 08:30.

Resolvemos desta vez usar uma tocada lenta, aproveitando a viagem pelo nosso deserto. Depois de alguns dias de praia o contraste foi excelente. Eu, pelo menos, não me canso de olhar a beleza da caatinga. Se tivesse que morar por lá acho que odiaria. Mas só para passar, não há lugar melhor. O calor, por sua vez, aliado aos dias de festa lá em Redonda, cobraram o seu preço. Cansamos bastante. Na volta passamos por Assu-RN e almoçamos em Gargalheiras-RN. De lá seguimos para Campina Grande-PB, onde chegamos às 15:30.

Andamos forte até João Pessoa-PB. Fazendo as contas agora em casa, percebi que não importa muito a tocada, a média final sempre fica entre 70 e 80 km/h. Uma importante lição para a nossa viagem ao Atacama. Outras lições são não andar com calça de cordura no calor da caatinga (cheguei em casa tão suado que nem eu aguentava o cheiro da minha calça, que teve que dormir na sacada) e acostumar a fazer alguma atividade física todos os dias da viagem (caminhadas ou corridas, talvez). Poucos dias sem natação já começam a fazer falta.

De João Pessoa-PB a Recife-PE, já escuro, foi um festival de ultrapassagens. Pelo menos o sono e cansaço passaram. Chegamos em Recife-PE às 19:20. A Renata chegou logo depois, às 21:00.

———–

Roteiro (1466 km):

Algumas fotos, as outras estão em
http://picasaweb.google.com.br/fsm.magnani/Redonda#


Praia de Redonda-CE:

Inauguração do Banner (Glauber, Fábio, Wagner, Paulo e Luiz Almeida)

Irauçubetes (Renata, Marta, Marilena e Renatinha)

Canoa Quebrada

Na praia:

Todos juntos:

Rally unificador de títulos:

Imagens do nosso deserto:


Gargalheiras

—————–

Ao colar o adesivo que o Paulo fez, a minha moto ficou parecendo de enduro. Combinei com o Wagner que vamos explicar para os desavisados que “Do Sertão ao Desertão” será um enduro para unificação dos títulos do “Rally dos Sertões” (realizado no nosso sertão) e do Dakar (realizado no Chile). Uhuuu!

——–

Fotos Paulo: http://picasaweb.google.com.br/paulowmelo/PRAIADEREDONDA#

Fotos Fábio/Renata: http://picasaweb.google.com.br/fsm.magnani/Redonda#