The Grand Prix Motorcycle

 

Para quem gosta de história da tecnologia das motocicletas, o negócio é ler o livro “The Grand Prix Motorcycle: The Official Technical History”, escrito por Kevin Cameron. O livro mostra a evolução das motocicletas desde o ano de 1949 – quando a competição voltou após a Segunda Guerra Mundial – até 2008.

Cada ano é representado por um par de páginas. Ao abrir o livro em qualquer lugar, encontrará na página à esquerda um texto explicando as evoluções daquele ano. Na página à direita, uma foto com a moto campeã, acompanhada de sua ficha técnica. Essa ficha inclui todas as informações importantes, desde a cilindrada da moto até o comprimento da vela.

O legal é que no texto não são apresentadas apenas as motos campeãs, mas todas as inovações que seriam demonstradas como acertadas alguns anos adiante. Muitas vezes os melhores projetos não eram vencedores, pois faltava confiabilidade para as motocicletas. Mas dali alguns anos aquelas ideias para válvulas, pneus, distribuição de peso, quadro, pistão etc estariam infalivelmente nas motos campeãs.

Além desses textos anuais, ainda há alguns textos definindo eras, como o domínio das Gilera, a entrada da Honda, a época do motor 2 tempos e assim por diante. Esses textos que definem eras são acompanhados de figuras simplificadas das motos que definiram os anos a seguir, contendo apenas os itens mais importantes, como o motor, quadro e suspensão. Aliás, se há um único defeito deste livro é que as motos são normalmente apresentadas com a carenagem, impossibilitando ver seus detalhes.

O livro dá destaque para alguns pilotos que foram importantes como “desenvolvedores” de motos, como Surtees, Kenny Roberts e Mick Dohaan. Grandes engenheiros também são apresentados, como Phil Irving, Joe Craig, Rex e Cromie McCandless.

Bem, eu poderia ficar aqui fazendo milhões de elogios a este livro, mas acredito que faço melhor trabalho tentando convencer aos outros a olharem por si mesmos. Então, entre na sua livraria de costume e encomende agora mesmo. É 10!